FAMÁCIA SÃO JOÃO | Qualidade, história e profissionalismo através do tempo

Por Luis Bertin

A homeopatia nasceu no século 18 e seus princípios foram organizados pelo médico alemão Samuel Hahnemann, apontado como o criador da prática, em 1796. Diferentemente da alopatia, a homeopática é uma prática que objetiva restabelecer o equilíbrio da saúde com foco no indivíduo, e não na doença. Em Rio Claro, a tradição da prática homeopática tem a Farmácia São João como um dos seus pilares. Fundada por Dimas Falcão, em 1976, hoje a farmácia é comandada pela farmacêutica Ana Carolina Falcão Otero, filha do Sr. Dimas, que a ensinou tudo sobre o negócio desde que ela era muito pequena. Casada com Marcelo e mãe de Antonio, de 5 anos, e Isadora, de 2, Ana Carolina, hoje com 37 anos, administra a farmácia da família com um novo olhar empreendedor, implantando constantemente melhorias sem perder a essência que o pai imprimiu ao negócio. Nesta entrevista, Ana Carolina conta um pouco dos seus projetos para manter e conquistar novos clientes.

Há quanto tempo existe a Farmácia São João? Conte um pouco da história do empreendimento.

A Farmácia São João foi fundada pelo meu pai, Dimas Falcão, em 1976, antes do meu nascimento. Homem de visão que sempre foi, trouxe pela primeira vez a homeopatia para Rio Claro. Na época, apenas revendia as homeopatias de grandes laboratórios que ele buscava em São Paulo. Com o passar dos anos, sentimos a necessidade de manipular aqui para poder atender a uma variedade maior e com mais agilidade. E, então, se iniciou uma história de crescimento e ampliações ano após ano.

Há quanto tempo você trabalha na farmácia? Como foi a sua relação com a empresa?

Comecei trabalhar muito cedo. Aos 17 anos já ajudava os meus pais no atendimento. Trabalhava durante o dia e cursava a faculdade de Farmácia à noite, em Araras. Quando completei 18 anos, passamos por um revés e precisei rapidamente assumir a farmácia junto ao meu pai. Trabalhávamos na época em família e contávamos com uma farmacêutica responsável por toda a manipulação.

Tem alguma boa história de infância que tenha acontecido na farmácia? Qual espaço ela ocupa em suas lembranças de infância?

Cresci dentro da farmácia. Tenho muitas boas lembranças. Saía da escola e passava as tardes dentro da farmácia. Desde criança, já tentava vender no balcão e até me chateava quando os clientes não queriam ser atendidos por mim (risos).

Quem foi a sua inspiração para tornar-se farmacêutica? Por quê?

Com certeza, o meu pai. Ele já exerceu vários ofícios. Mas a paixão com que ele falava da farmácia e o grande número de pessoas que ele pôde ajudar em sua caminhada me motivou para dar continuidade ao seu trabalho.

Por quanto tempo o seu pai esteve à frente da farmácia? Como foi o processo de transição para o seu comando?

O meu pai esteve à frente do negócio por 30 anos, e gradativamente foi me passando toda a administração. Durante alguns anos, ele continuava fazendo todo o processo dele à mão, em cadernos e livros-caixa, e eu informatizava tudo. Até que nós dois sentimos segurança de eu assumir 100%.

A farmácia ainda tem clientes do começo da história? Como mantê-los?

Temos! Uns queridos que vibram com as nossas conquistas. Acredito que o modo de mantê-los é a nossa forma de atendimento. Aqui, o cliente e a sua saúde são sempre a nossa prioridade.

Como você faz para conquistar novos clientes?

Sempre acreditei que a melhor propaganda é o cliente satisfeito. A propaganda “boca a boca”. Porém, estamos atravessando um período que precisamos nos reinventar. Durante a pandemia isso ficou muito claro para muitas empresas. Para atingir novos clientes, precisamos nos tornar cada vez mais digitais.

É possível aliar tradição com modernidade no ramo farmacêutico? Como?

Procuro estender o nosso padrão de atendimento aos canais e redes virtuais. Estou em constante treinamento com a minha equipe e falo incansavelmente isso para ela. Procuro também estar conectada em todos os canais. A sala de atendimento aos canais digitais fica ao lado da minha para que eu possa sempre estar interagindo. Também gosto de uma ou duas vezes na semana gravar alguns “stories” pessoalmente para poder estar conectada a esse público com maior intimidade.


Como foi o processo de confecção da nova identidade visual?

Uma longa conversa com o Du Scatolin, que entendeu perfeitamente a essência do que eu queria. Contei a minha história, a evolução da farmácia e falei que gostaria de uma marca que modernizasse a imagem da farmácia, mas sem jamais perder a nossa tradição, e que, por fim, carregasse tudo isso em seu significado! Foi amor à primeira vista. Aprovei de cara a nova logo!

Qual foi a sua intenção ao empreender essa mudança?

Senti a necessidade da mudança quando quis reformar a fachada. Tenho um projeto tão moderno que a antiga logomarca não se encaixava mais. Estava na hora de repaginar!

O que muda e o que continua igual na identidade e na essência da farmácia?

Na essência da farmácia nada muda. Acho que isso tudo só vem a somar. Ganhamos mais modernidade e facilidades que são necessárias nos dias em que vivemos

Quais as dificuldades de empreender um negócio familiar? Quais os benefícios de assumir o negócio da família? Quais os desafios?

Pensando financeiramente, é muito difícil quando estamos todos no “mesmo barco”. Muitas pessoas dependendo da mesma fonte. Se um negócio familiar não vai bem, complica! Por outro lado, um negócio familiar já vem cheio de bagagem, rico em experiência. Para mim, foi prazeroso dividir essa tarefa tantos anos ao lado dos meus pais. O desafio, acredito, é equilibrar as emoções familiares e o profissionalismo.

Quais são seus planos e projetos para a farmácia?

Em um futuro próximo, iremos inaugurar a nova fachada, que já está em andamento. Sinto que na área da saúde os planos não têm fim. Busco sempre melhorar, modernizar e otimizar os processos pensando na qualidade dos nossos produtos e na excelência do nosso atendimento.

Deixe uma mensagem para os seus clientes:

Aos nossos clientes, deixo os meus sinceros agradecimentos. Sem a confiança de vocês, nada disso seria possível!

Avenida 1, Esquina, R. Sete, 581 – Centro, Rio Claro
Telefone: 19 3534.7108
facebook: farmaciasaojoaorc
instagram: farmaciasaojoaorc

CONFIRA VÍDEO DA NOVA MARCA DA FARMÁCIA SÃO JOÃO

Você também vai gostar

2 Comentário

SEBASTIÃO MIQUELOTO 14 de novembro de 2020 - 11:12

Gostei da história da farmacia São João, conheci o Sr Dimas em 1975, porque trabalhei no Banco Mercantil.

Resposta
Bruno Ricardo Barbosa Pereira Francisco 14 de novembro de 2020 - 22:38

Melhor farmácia que conheci, bom atendimento e produtos de muita qualidade, sempre que preciso lembro dela! Também me ajudou muito com os remédios de qualidade! Muito obrigado pela qualidade de trabalho. Amo entrar e sentir o bom cheiro da qualidade do trabalho.

Resposta

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.