PRIMAVERA DE PLANTAS | Mais vida e harmonia para sua casa

Por Luis Bertin

POR RODRIGO VITTI  |  PAISAGISTA  |  MATÉRIA PUBLICADA NA EDIÇÃO 21 DA REVISTA AMORA

Estamos na estação do ano mais colorida e perfumada, quando a natureza nos presenteia com suas flores, frutos, verdes deslumbrantes que alegram os olhos e o coração. Nesta edição de AMORA, o paisagista Rodrigo Vitti indica às nossas leitoras algumas espécies e arranjos bem legais para áreas sombreadas e interiores, que deixarão nossas casas ainda mais lindas.

Suculentas

As plantas suculentas são aquelas nas quais a raiz, o talo ou as folhas foram engrossados para permitir o armazenamento de água em quantidades muito maiores do que nas plantas normais. Essa adaptação as permitem manter reservas do líquido durante períodos prolongados, e sobrevivem em ambientes áridos e secos que para as outras plantas seriam inabitáveis. Existem milhares de espécies de plantas suculentas, classificadas em várias famílias espalhadas por todo o mundo. Bonitas e fáceis de cuidar, as espécies de suculentas são ótimas opções para cultivar em casa, formando belíssimos conjuntos em bacias, suportes de madeira e também em vasos cerâmicos cortados para esse propósito.

Dracaena fragrans, nome popular pau d’água

Originária de Angola, a Dracena é uma planta arbustiva de folhagem decorativa e amplamente cultivada em diversas partes do mundo por seu forte apelo tropical e rusticidade em ambientes internos. Ela apresenta baixíssima manutenção e pode seu usada pelos jardineiros mais esquecidos. É considerada excelente espécie para despoluir ambientes, e se dá bem tanto ao sol pleno como à meia-sombra ou luz difusa. Ela gosta de substrato fértil enriquecido com matéria orgânica e regado com regularidade.

Sansevierias

A Sansevieria é um gênero de cerca de 70 espécies de plantas com flores, nativas da África, Madagascar e do Sul da Ásia. São muito difundidas em todo o Brasil e a mais famosa delas é a espada-de-são jorge – Sansevieria trifasciata. De acordo com um estudo da Nasa Clean Air, juntamente com outras plantas como a Dracaena fragrans, a Sansevieria trifasciata é capaz de purificar o ar, removendo algumas toxinas, como formaldeído, xileno e tolueno. Ela usa o processo de metabolismo do ácido crassulaceano, que absorve dióxido de carbono e libera oxigênio à noite, purificando o ar. É uma planta herbácea, rizomatosa e suculenta, que por suas características esculturais e sua rusticidade torna-se uma planta ornamental de interior por excelência.

Pachira aquática, nome popular monguba ou castanheira-do-Maranhão

A monguba, originária da América e América do Sul, é uma bela árvore tropical de caule frondoso e copa arredondada, capaz de alcançar 18 metros de altura. São árvores de excelente efeito decorativo, amplamente utilizadas na arborização urbana e rural. As plantas jovens envasadas são excelentes para ambientes internos bem iluminados. As flores são muito bonitas e perfumadas, com longos estames de extremidade rosada e base amarela.

Philodendron

O Philodendron é um gênero botânico pertencente à família Araceae. A família do filodendro também é muito grande e encontramos uma variedade de tamanhos, formas, cores e texturas. Felizmente, isso faz com que seja uma planta de interior bastante comum e de fácil manutenção. São as famosas jibóias, xanadus, guimbês, costela-de-adão, entre muitas outras.  

É uma planta epífita brasileira (são as que vivem sobre outras plantas, sem retirar nutrientes delas, mas apenas se apoiando) de folhagem muito ornamental. As folhas são brilhantes, com textura de couro. Seu cultivo em interiores é bastante comum, causando belo efeito por conta do brilho das suas folhas. Desenvolve um bom diâmetro, e por isso recomenda-se que sejam plantadas em recantos com espaço. Usa-se substrato de cultivo com bom teor de matéria orgânica, poroso e regado com frequência.

Você também vai gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.