ÉDER VARUSSA | A importância da preservação da mata ciliar

Por Revista AMORA

Nesta edição de AMORA, enfatizo a importância da preservação, manutenção e recuperação da vegetação das margens de cursos d’água, a chamada mata ciliar. As matas ciliares, por sua vez, constituem toda a cobertura vegetal que compreende as margens de lagos, córregos, rios, riachos, ribeiros, represas e nascentes, e também são conhecidas como matas de galeria, florestas ribeirinhas, vegetação ripária e florestas beiradeiras.

IMPORTÂNCIA E PROTEÇÃO

Elas podem apresentar dezenas de metros e são elementos importantes para a proteção das águas e do solo, estabelecendo uma espécie de filtro de retenção que impede que poluentes cheguem ao meio aquático, além de reduzir o processo de assoreamento, o que evita as enchentes. Também favorecem o crescimento de espécies nativas e auxiliam no fornecimento de abrigo e alimento para a fauna, favorecendo a biodiversidade, melhorando a qualidade do ar, uma vez que fixam e absorvem dióxido de carbono, um dos gases responsáveis pelas mudanças climáticas, assim como formam barreiras naturais no combate dispersivo de doenças e pragas que atacam a agricultura.

PREOCUPANTE

Apesar da infinidade de benefícios, as matas ciliares são acometidas de distúrbios em várias regiões do país, perdendo sua capacidade de regeneração por razões de ordem natural (deslizamento de terras, queda de árvores, raios, incêndios resultantes da dinâmica natural dos ecossistemas etc.) e de ordem antrópica (com maiores ocorrências devido à urbanização, construção de hidroelétricas em áreas próximas aos cursos d’água, desmatamento, expansão da agricultura e pecuária, extração de areia nos rios, aumento das áreas de pastagens, empreendimentos turísticos mal planejados, entre outros).

GRADATIVA REDUÇÃO

A devastação dessa vegetação pode ser vista em várias localidades de municípios vizinhos. No percurso do Rio Corumbataí, responsável por 60% de abastecimento de água de Rio Claro, é notória a gradativa redução da mata ciliar em diversos pontos em decorrência dos campos de pastagens, atividades agrícolas e minerações, transformando a paisagem.  Sendo assim, precisamos unir forças para a recuperação das matas ciliares tanto no âmbito local como regional e nacional, articulando ações de incentivo à recomposição dessas florestas, considerando mecanismos como seleção de espécies propícias às condições do ambiente, métodos de preparo do solo, análise de crescimento, técnicas de plantio, manutenção, manejo e aplicação adequada, adubação e germinação, regime hídrico e topografia. Desta forma estaremos contribuindo para o processo de renovação florestal nas margens dos cursos d’água e atendendo à legislação ambiental.

GARANTIA DE PRESERVAÇÃO

Uma via de garantia da preservação e recuperação das matas ciliares é por meio de campanhas de reflorestamento, do esclarecimento de sua importância e divulgação da da legislação relacionada, que é o Código Florestal, que regulamenta limites sobre as matas ciliares, que são consideradas, áreas de preservação permanente.

Hoje, a degradação da vegetação nas áreas de mananciais muitas vezes atende interesses particulares, porém em nenhum momento se pensou no tamanho dos riscos e consequências que isso provoca e quais soluções seriam tomadas para amenizar o problema.

Por tudo isso é necessário adotar políticas de incentivo para a conscientização da sociedade e ao mesmo tempo a restauração desse ecossistema.

Ações no sentido de recuperação das matas ciliares dependem conjuntamente do envolvimento de cidadãos e conscientização do seu papel, adotando ações integradas com diferentes setores, e também dos órgãos ambientais, assumindo uma postura rigorosa de fiscalização efetiva, frente à preservação das matas ciliares.

Éder Rodrigo Varussa é educador ambiental, Mestre em Geografia na área de Espaço, Cultura e Sociedade e Doutorando em Geografia. Diretor do Grupo Permanente de Pesquisa das Relações Alemanha e Interior de São Paulo.

Email: educadorederrodrigo@gmail.com

Você também vai gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.