CLÁSSICOS DA MODA | Confira os dez clássicos de todos os tempos no mundo da moda

Por Priscila Sant'Anna

Por Priscila Burdinhão Sant’Anna

As tendências de moda mudam a cada estação, mas algumas peças são eternas. Os clássicos do guarda-roupa são aquelas roupas que, entra ano, sai ano, continuam atuais. Trend Tips traz uma lista com os dez coringas da moda que valem o investimento.

  1. Trench coat

O casaco icônico criado no começo do século XX ganhou fama em filmes hollywoodianos como Casablanca e Bonequinha de luxo. O sobretudo, criado para ser usado como capa de chuva por militares, é item essencial para os dias frios. Os trench coats tradicionais são em nuances de nude, cor neutra que torna mais fácil a sua combinação com outros tons.

2. Vestido preto

Como dizia a estilista Coco Chanel, “uma mulher precisa de apenas duas coisas na vida: um vestido preto e um homem que a ame.” Chanel criou o famoso tubinho preto, peça de modelagem reta que desde de sua criação, em 1926, é a escolha certa para quem não quer errar no visual.

3. Camisa branca

Se no século XIX fazia parte do vestuário da nobreza, a camisa chegou ao século XX como uniforme da mulher moderna. Ela surgiuna Idade Média como “roupa de baixo” e, hoje, é a protagonista, agradando as mais clássicas e também as mais modernas.

4. Blazer

Roupa do guarda-roupa masculino que, na década de 1920, passou ser usada pelas mulheres, tornando-se símbolo do feminismo. Se no início o blazer era ajustado ao corpo e pregueado, nos anos 1960 o estilista Yves Saint Lauren o reinventou com linhas mais simples, tornando a peça unissex.

5. Calça jeans

Artigo mais democrático de um closet, o apareceu como uniforme de mineradores nos século XIX e se tornou um ícone da cultura pop nos anos 1950. A modelagem reta e a lavagem clássica são garantias de peça atemporal

6. Jaqueta de couro

A jaqueta criada em 1928 pela marca Schott a pedido dos motoqueiros, ganhou fama na década de 1950 ao ser usada pelos atores Marlon Brando e James Dean. Também caiu nas graças de músicos como Beatles e Elvis Presley. Hoje a peça pode ser usada em produções ultrafemininas.

7. Camiseta

Artigo que surgiu no século XVII como fruto da Revolução Industrial inglesa, a camiseta era usada por baixo das camisas. Nos anos 1960, os jovens americanos passaram a usá-la sozinha como forma de demonstrar sua rebeldia. Desde então, ela deixou de ser sinônimo apenas de roupa básica e passou a ser usada com peças bordadas e requintadas, já que combina com tudo.

8. Calça de alfaiataria

As calças de alfaiataria se popularizam na indumentária feminina nos anos 1910, durante a Primeira Guerra Mundial, por questão de praticidade. Daí, surgiram vários modelos, que vão da cigarrete à flare. Atualmente, aposte na reta que é uma modelagem atemporal.

9. Saia lápis

Peça advinda da silhueta militar usada na Segunda Guerra Mundial, e, na década de 1940, surgiu da necessidade da mulher estar na moda mesmo com o racionamento de matéria-prima. E mesmo com tantas tendências no shape das saias, o modelo lápis (ajustada ao corpo) é eterno.

10. Óculos escuros Rayban

O modelo chamado de Wayfarer é conhecido como os óculos mais vendidos da história. Criado em 1952, ganhou fama ao ser usado pela personagem de Audrey Hepburn no filme Bonequinha de luxo. Por ser uma modelo básico e preto favorece tanto os homens como as mulheres.

Priscila B. Sant’Anna é colaboradora de moda da Revista AMORA  |  @prisantanna

Você também vai gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.