BEBÊS REBORN | Amor em forma de boneca com a artista Luciana Amado em entrevista para a Amora

Por Deborah Peleias

Quando vemos as bonecas da artesã Luciana Cristina Degli Esposti Amado é impossível dizer se são bebês de verdade ou não. A perfeição dessas bonecas impressiona aos olhares mais céticos, pois todos os detalhes de um bebê estão presentes. Sabe a picadinha do teste do pezinho? Então, ele está lá.

Sobre a artista

Luciana é artesã e formada na arte reborn, mas também cursou contabilidade e gestão financeira, e sua paixão pelos bebês reborn têm realizado sonhos desde 2012, quando confeccionou a sua primeira boneca para a sua filha. Desde então, a sua arte aprimorou e chegou a ser exposta nos Estados Unidos. Antes dos bebês reborn, Luciana sonhava em ser professora e artista, e ela diz que “Deus sonhou esse trabalho para mim e agradeço muito a Ele por isso. Veja como ele se realizou”. Ela foi professora de evangelização para crianças, e um dia uma criança pobre lhe deu de presente a sua única boneca. “Era uma boneca bebê, pequenina. Ela insistiu muito que eu ficasse com ela como agradecimento pelo tempo que ficamos juntas. Ela me deu tudo o que tinha, e ainda tenho a bonequinha até hoje, há 30 anos.” “A arte reborn que hoje trabalho, que foi inspirado por Deus por meio da menina, que deu tudo o que tinha, e mais tarde revelado, na vontade de minha filha, me levou a ser quem sou hoje. E assim, nasceu a Gapalugas Reborn, que tem um significado todo especial para Luciana:

GAPALUGAS Ga: Gabriel Pa: Paulo Lu: Luciana Ga: Gabriela "S": Família

O que é a arte reborn?

A arte reborn (“renascido”, em português) é um estilo por meio do qual as bonecas são feitas de um modo artesanal, pintadas à mão e estilizadas de tal maneira que se aproximam ao máximo de uma criança de verdade.

Quando essa arte entrou na sua vida?

Comecei com essa arte em janeiro de 2010 em um modesto quarto. Após pesquisar e estudar essa arte, me encantei com esses bebês maravilhosos. Como sempre fiz artesanato, coisa que amo de paixão, me interessei também em aprender essa arte que tanto me encanta. Era um sonho da minha filha e fui em busca da realização desse sonho. A partir de muita pesquisa, estudo e treino, em 2012 criei coragem e fiz a minha primeira bebê, feita do kit Kaya by Eva Helland, mas dei o nome de Kyra para ela. Hoje, estou sempre aperfeiçoando para que, ao olhar para as minhas bebês, você realmente tenha a sensação de estar olhando para um bebê de verdade, e não para uma boneca

Quais suas inspirações para fazer bebês tão realistas?

Me baseio muito em bebês reais e na inspiração que vem a mim mesma. Amo criar os meus bebês, criar cada rostinho, cada detalhe; tudo é minunciosamente pensado e sonhado para chegar aí ao “nascimento”, que para mim é maravilhoso.

Quais são as suas técnicas mais utilizadas?

De início, aprendi com pequenos cursos, mas a maioria eu desenvolvi para que todos os bebês sejam diferentes um do outro, como pele e cabelo, idade, tudo anatômico. Vivo estudando a anatomia humana para desenvolver um trabalho mais do que realístico em meus bebês. Cada um é cada um. Ninguém é igual. Mesmo bebês são diferentes, como todo ser humano é. Criei a arte exclusiva para que cliente tenha o seu bebê Reborn único, com características e detalhes únicos. Sendo como todo ser humano “único”. Tento passar isso no meu trabalho. Os tons de cabelo e da pele devem ser equilibrados, nunca é o mesmo tom de pele para todos os tipos de cabelos. Cada um tem a sua anatomia.

Existe diferença entre as etnias na hora da produção do bebê?

Sim, e como existe. Como disse antes, cada um é cada um. E cada tom de pele é um processo, tempo maior ou menor de trabalho etc.

Como está o mercado da sua arte no Brasil?

O mercado reborn veio crescendo nos últimos anos e a procura também. E a procura por trabalho diferenciado, com detalhes realísticos, tem aumentado muito. E, assim, venho cada vez mais aperfeiçoando a técnica, para atender cada vez mais e melhor os meus clientes que procuram a arte em excelência

Você já fez exposições do seu trabalho?

Sim. Fiz aqui na cidade de Rio Claro, em Limeira e em Salt Lake City, no estado de Utah, nos Estados Unidos. A minha primeira exposição foi em 2013 no Enxuto Supermercados, na loja da Rua 14, e foi a primeira exposição reborn na cidade, trazendo para Rio Claro essa arte. Em 2017, fiz mais uma exposição no Enxuto Supermercado em alusão ao Dia das Crianças, abrilhantando o mês delas. A terceira exposição foi um período lindo de nove meses em 2018 no Shopping Rio Claro, onde mostrei o meu trabalho por um bom período em nossa Cidade Azul. A quarta exposição foi no Pátio Limeira Shopping no período da semana das crianças também em 2018. A quinta exposição onde tive o prazer de ser convidada para representar o Brasil na arte reborn no exterior na Expo Rose 2019 em Salt Lake City, a qual reúne os artistas reborns do mundo todo, sendo um representante na arte de cada canto do mundo. Foi uma experiência fantástica, conhecer a arte de tantas outras artistas e poder compartilhar experiências.

Quais são os seus planos?

Meus planos incluem acrescentar mais um ramo à minha arte, a escultura. Tenho muita vontade em fabricar os meus próprios bebês em silicone ou também fazer trabalhos diversificados nesse segmento que venho encontrando grande apreço.

Deixe uma mensagem para nossos leitores que se inspiram na sua arte.

Como toda arte, ela tem de nascer de dentro, do fundo do seu coração para que a inspiração chegue e você consiga realizar o trabalho com muito êxito. Todo trabalho é difícil, tempo de dedicação, há obstáculos, mas quando se coloca amor, aí tudo muda, tudo se consegue, tudo se dignifica. E nunca desista dos seus sonhos. Um dia eles se realizam.

Acompanhe o trabalho de Luciana nas redes sociais:

Você também vai gostar

3 Comentário

LUCIANA AMADO 20 de novembro de 2020 - 10:42

Amei a matéria, ficou top de mais.
Que Deus abençoe sempre vocês e obrigada por tudo.

Resposta
Luis Bertin 20 de novembro de 2020 - 12:43

É incrível os detalhes do trabalho da Luciana. A arte realmente nos surpreende. parabéns Luu!!!

Resposta
Lucineia 20 de novembro de 2020 - 13:12

As bonecas são muito reais, tive a oportunidade de pegar no colo , é um bebê são lindas e perfeitas

Resposta

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.