AMORA, AMOR SEM IGUAL | Minha Amora e nós

Por Revista AMORA

Seja a fruta ao natural, seja em um maravilhoso doce, seja uma linda bolinha de pelo, todo mundo adora AMORA! Conheça a relação de Patrícia e sua cachorrinha Amora. Hoje casada com Gabriel, tem um filhinho lindo, o Miguel e outra cachorrinha, a Lola.

A história de patrícia Rubini e da Amora começou com o final de uma outra linda história. “Perdi minha gata de 11 anos no dia 21 de novembro. Fiquei arrasada, amo os animais, e ela era meu xodozinho. Meu noivo na época, Gabriel, sugeriu, então, que eu deveria amar um novo animalzinho, pois moro sozinha e esse serzinho que chegaria me faria companhia. Pois bem, aceitei a sugestão e comentei para minha amiga Nathália Bozza, veterinária, que estava à procura de um animal para adotar, e ela me indicou um veterinário de Itapira. Começamos a conversar e ele me mandou uma foto dela. Me apaixonei e fui buscá-la em Itapira. Ela veio tão quietinha, deitada na minha nuca… Que emoção, que sensação maravilhosa. Nunca tive uma cachorra como animal de estimação e sempre fui mãe de gatos, e por isso foi uma adaptação demorada, mas confesso que hoje ela é o meu orgulho.

Dei o nome de Amora porque, quando foi lançada a revista, disse que quando tive outro bichinho ele se chamaria Amora, já que gostei muito desse nome. Aliás, até quem é próximo a mim eu chamo de ‘amora’. Acho que a minha Amora tem tudo a ver com a revista, clássica, moderna, despojada, amada e querida por todos! Hoje, Amora está com 6 anos e me faz tão feliz, mas tão feliz, que eu gostaria que as pessoas aceitassem mais o amor de um animal. Eles nos dão tanto valor, que tudo começa a fazer sentido. E desde que ela entrou na minha vida o sucesso nos rodeia!”

Você também vai gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.